residencial Campanha contra Pólio e Sarampo está prorrogada até o dia 12 - São Gonçalo Agora

Campanha contra Pólio e Sarampo está prorrogada até o dia 12

A campanha nacional contra a poliomielite e o sarampo foi prorrogada até o dia 12 de dezembro no estado da Bahia. De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo a Vigilância Epidemiológica do município, a meta na cidade é imunizar pelo menos 2.281 crianças contra a poliomielite, além de atingir também a meta contra o sarampo que é de 2.061 crianças. As vacinas estão disponíveis nos 11 centros de saúde do município. Público-alvo da campanha é de crianças até 5 anos de idade.

Até o dia 28 de novembro, segundo o órgão, foram vacinadas contra o Sarampo 416 crianças de 1 ano, 96,76% do público alvo alcançado. Crianças de 2 anos foram 462, alcanço de 86,19%. De 3 anos 499, 92,41%, e de 4 anos 427, 78,21%. Total de 1.804 crianças vacinadas, percentual de 87,53 %.

Contra a poliomielite 234 crianças de 6 a 11 meses foram vacinadas. De 1 ano 404, de 2 anos 429, de 3 anos 477, e de 4 nos 421 crianças. Total: 1.965 e um percentual de 86,15% deste público.

Poliomielite
Poliomielite, ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus (sorotipos 1, 2, 3), que pode infectar crianças e adultos por via fecal-oral (através do contato direto com as fezes ou com secreções expelidas pela boca das pessoas infectadas) e provocar ou não paralisia.

A multiplicação desse vírus começa na garganta ou nos intestinos, locais por onde penetra no organismo. Dali, alcança a corrente sanguínea e pode atingir o cérebro. Quando a infecção ataca o sistema nervoso, destrói os neurônios motores e provoca paralisia flácida em um dos membros inferiores. A doença pode ser mortal, se forem infectadas as células dos centros nervosos que controlam os músculos respiratórios e da deglutição.

A poliomielite foi praticamente erradicada nas áreas desenvolvidas do mundo com a vacinação sistemática das crianças, mas o vírus ainda está ativo em alguns países da África e da Ásia. Para evitar que seja reintroduzido nas regiões que não registram mais casos da doença, as campanhas de imunização devem ser repetidas todos os anos.

Sarampo
O sarampo é uma doença infecto-contagiosa provocada pelo Morbili vírus e transmitida por secreções das vias respiratórias como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse. O período de incubação, ou seja, o tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas, é de cerca de 12 dias e a transmissão pode ocorrer antes do aparecimento dos sintomas e estender-se até o quarto dia depois que surgiram placas avermelhadas na pele.

A vacina anti-sarampo é eficaz em cerca de 97% dos casos. Deve ser aplicada em duas doses a partir do nono mês de vida da criança. Exceção feita às mulheres grávidas e aos indivíduos imunodeprimidos, adultos que não foram vacinados e não tiveram a doença na infância também devem tomar a vacina.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo