residencial Caso 93 mil: Mulher condenada terá os bens penhorados - São Gonçalo Agora

Caso 93 mil: Mulher condenada terá os bens penhorados

O caso da mulher que foi condenada pela Justiça em São Gonçalo dos Campos a pagar indenização de R$ 93 mil reais, ao ex-marido, por está sendo acusada de traição, teve mais um capítulo na tarde dessa terça-feira (18), no Fórum desse município.

O Juiz José Brandão, atual titular da Comarca, colocou o processo na Semana Nacional da Conciliação, que ocorre de 17 a 28 de novembro, e depois de as partes terem chegado a um acordo para a mulher pagar R$ 110 mil reais, em 90 dias. Ela, ré no processo, revoltou-se com o valor do acordo e não quis mais assinar a ata do acordo, após quase 1h de negociação, ficando o acerto das partes prejudicado. Os nomes da acusado e do acusador são preservados em sigilo, por segredo de Justiça.

A descoberta da traição que gerou uma filha fora do casamento se deu há alguns anos e o marido que criou uma filha que não era sua por quase 20 anos, ajuizou ação de indenização contra a ex-esposa. A sentença do juiz anterior ao caso, no ano passado, condenou a acusada de traição em R$ 50 mil que, atualizado, estaria com a dívida em torno de R$ 93 mil e, novamente atualizada, já ultrapassaria as cifras de R$ 130 mil, segundo o advogado do autor da ação. Já o advogado da ré, acusada da traição, o valor correto seria R$ 100 mil. SAIBA MAIS SOBRE O CASO.

De acordo com o processo, já que não houve acordo, os bens da ré serão penhorados.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Fonte: Processo que corre no Fórum Ministro João Mendes/São Gonçalo dos Campos.Matéria original/São Gonçalo Alerta
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo