residencial O que fazer com os casarões abandonados em São Gonçalo? - São Gonçalo Agora

O que fazer com os casarões abandonados em São Gonçalo?

Moradores vizinhos a um antigo galpão de fumo na Praça Pe. Bráulio Seixas, Matriz de São Gonçalo dizem estar correndo sérios perigos por morar ao lado das ruínas deste prédio abandonado.

Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
Segundo os moradores, há mais de dez anos o prédio foi esquecido por seus donos e a cada dia o perigo só aumenta. Recentemente, uma pessoa de nome não revelado derrubou todas as paredes internas do prédio deixando apenas as quatro paredes, ou seja, um quadrado de paredes. Os moradores afirmam que sem a “amarração das paredes”, que já estão rachadas, existe um risco muito grande de tudo vir abaixo, e o maior medo é atingir as casas ao lado, podendo até vitimar fatalmente crianças e adultos. Além do risco de desabamento, ainda segundo os moradores do local, animais peçonhentos como cobras, aranhas e escorpiões sempre aparecem em suas residências. 

Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
Outro casarão na mesma praça está servindo de banheiro e criadouro de ratos no centro da cidade. A propriedade pertence ao ex-prefeito José Carlos de Lacerda. O antigo casarão quase veio abaixo a cerca de um ano, e por pouco não desabou totalmente e causou uma tragédia. Testemunhas afirmam que telhas do casarão já despencaram na calçada, no momento em que pessoas passavam, e por muita sorte, não atingiu a cabeça de alguém.  

Casarão do ex-prefeito
Em São Gonçalo é comum ver antigos prédios abandonados cheios de matos, terrenos esquecidos pelos donos, servindo até para a proliferação de insetos e animais. Nossa redação recebeu cerca de 30 imagens.

Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
São Gonçalo Agora/Sandro Araújo

Compartilhe no Google+

Sandro Araújo