residencial Vento forte e chuva: Atenção redobrada em nossas praças - São Gonçalo Agora

Vento forte e chuva: Atenção redobrada em nossas praças

Praça Padre Bráulio Seixas
Muita atenção! É o que pedimos com relação aos passeios nas principais Praças da Cidade Jardim (São Gonçalo dos Campos). Em períodos de chuvas ou momentos de vento forte todo cuidado é pouco ao passar entre as árvores das praças: Padre Bráulio Seixas (na Matriz), Bandeira (em frente à escola Prédio e Nelson Pessoa), Rua Coronel João Pedreira (esquina da Fascinante sentido a prefeitura), Avenida Aníbal Pedreira (da prefeitura até a câmara de vereadores), e por fim, a Praça Aníbal Pedreira (da Estação).

Praça da Bandeira (Esta árvore só tem praticamente os galhos) Terá sido envenenada, ou foram as ervas?
Nos locais citados existem muitas árvores abandonadas. Abandonadas porque estão em área urbana e sem nenhum tipo de cuidado. Essas velhas árvores estão tomadas por Erva de Passarinho (verdadeiras pragas que sugam a seiva e são capazes de destruir completamente as árvores). Elas podem deixar os galhos das árvores tão fracos que basta um vento passar para parti-los facilmente. O grande perigo está aí. No risco desses galhos caírem sobre alguém ou algo.

Praça Padre Bráulio Seixas
Hoje é muito grande este risco, pois uma forte chuva caiu durante toda a madrugada, e a previsão para o restante do dia, chuva a qualquer hora. Isso por causa da chegada da Primavera, estação do ano que se segue ao Inverno e precede o Verão.

Esses dois galhos caíram hoje pela manhã ao lado dessa moto
(Praça da Matriz parte em frente ao Bradesco)
Na quinta-feira passada, dia 18/09, um motorista da SINDKOSAN procurou nossa redação, pedindo para que fosse solicitado do poder público municipal, um grande mutirão de limpeza e poda nessas árvores, pois um galho podre havia despencado de uma delas na Praça Padre Bráulio Seixas (no ponto de embarque das vans), e por pouco não atingiu em cheio uma senhora e seu filho, de aproximadamente 6/7 anos. Por sorte apenas os galhos finos arranharam a senhora e a criança.

No dia 21 de julho deste ano, um grande galho de árvore veio abaixo na Praça da Bandeira, causando um enorme susto aos moradores e pessoas que circulam pelo local (Relembre).

Algumas pessoas comentaram que, a carroceria de um caminhão havia dias atrás ao episódio batido no galho. Outras disseram que, a fraqueza e peso do galho levaram ao seu rompimento.

Uma coisa é certa! Se estivesse podado o caminhão não batia, e nem a fraqueza e peso do galho o derrubaria. Prevenir ainda é o melhor remédio!

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

About Sandro Araújo