residencial Moradores da Fazenda Pau a Pique imploram por solução no fornecimento de água - São Gonçalo Agora

Moradores da Fazenda Pau a Pique imploram por solução no fornecimento de água

Senhor Ladislau Moreira
Moradores da Fazenda Pau a Pique, comunidade próxima as Onze Mil Virgens, pertencentes ao município de Conceição da Feira, procuraram as reportagens dos sites São Gonçalo Agora e São Gonçalo Alerta, para reivindicarem uma urgente solução no fornecimento de água daquela localidade. Cerca de 30 famílias vem enfrentando sérios problemas com a falta deste bem tão precioso para a sobrevivência humana.

Entenda como funciona o fornecimento de água nesses locais:
Tanto nas Onze Mil Virgens como no Pau a Pique não existe rede de fornecimento de água da Embasa. O abastecimento se dar através de um poço artesiano perfurado nas Onze Mil Virgens, que abastece o local e as demais comunidades, a exemplo da Fazenda Pau a Pique. A água é impulsionada através de bombas.

Meire de Souza
De acordo com os moradores, este problema vem acontecendo a mais ou menos 6 meses, e desconfiam que a falta de solução seja proposital ou por falta de competência do responsável pelo fornecimento.

Segundo uma moradora que preferiu a preservação de sua identidade, o secretário do meio ambiente da Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, o Sr. Julimario, ex-vereador do local e morador das Onze Mil Virgens, é o responsável pela administração desta forma de abastecimento de água.

Ainda segundo os moradores, a única explicação para a ausência do fornecimento é que, “a vazão do poço está pouca e só uma rede de água da embasa solucionará o problema”.

Enquanto isso não acontece, a comunidade vem sendo precariamente abastecida, às vezes, com carros pipas, e mesmo assim, a água se quer chega a encher os tanques.

Em busca de descanso e laser para ele e sua família, Adroaldo Nascimento, utilizou das suas economias e adquiriu um sítio no local. Como não poderia ser diferente, ele é mais um a contestar a situação. “Como entender uma vergonha como essa? O que queremos não é nada mais, não é nenhum privilégio. Queremos água! Somente isso, mas não somos ouvidos e nem atendidos. Deixo aqui o meu apelo e o meu repúdio!”

Adroaldo Nascimento
Afirmando não ter mais a quem recorrer, o aposentado Evaristo Ferreira, 82 anos, seu Bibi, morador antigo da região, desabafou: “É muita humilhação não ter o direito de poder tomar sequer um banho de chuveiro, por causa desse abandono que nós sofremos pelos nossos governantes. Não aguentamos mais!”

Evaristo Ferreira
Uma moradora repetiu por várias vezes que, “a vazão do poço está baixa, mas nas Onze Mil Virgens, na granja (de propriedade de Julimario e localizada no Pau a Pique) e na propriedade (privada) onde está instalado o tanque que abastece o Pau a Pique nunca faltam água”.

Nossa reportagem esteve na Embasa do município de Conceição da Feira, e fomos informados extraoficialmente que já existe um projeto de rede de água em andamento para aquelas localidades. Só não descobrimos quando será concretizado este projeto. Procuramos o secretario Julimario na Prefeitura de Conceição da Feira nesta última terça-feira (01/07), e fomos informados que o secretário havia se ausentado por motivo de força maior. No intuito de mantermos contato com o secretario ausente, deixamos nossos contados, assim como os motivos de nossa visita ao município e a prefeitura com o secretário Loteba.

Com a palavra, a Prefeitura Municipal de Conceição da Feira.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo