residencial Decreto que possibilita homenagens no dia 28 de julho é aprovado pela Câmara - São Gonçalo Agora

Decreto que possibilita homenagens no dia 28 de julho é aprovado pela Câmara

Presidente da Câmara Gilson Cazumbá “Escurinho” (PR) (Foto Erivaldo Oliveira)
Na correria para as entregas de medalhas e títulos em sessão solene a ser realizada na Câmara Municipal de Vereadores de São Gonçalo dos Campos, no dia 28 de julho, em fim, na sessão desta terça-feira (10/06), foi posto um ponto final no que serviu de motivo para muitas discussões nesta, e em algumas sessões anteriores da Câmara Municipal: Homenagear ou não o colega político em exercício?

Em meio às discursões, o vereador Lucivaldo de Carvalho (PMDB) se pronunciou contra as indicações dos vereadores José Daniel “Nenga” (PSB), em homenagear o vereador Gonçalo Raimundo (PSD) com a medalha 28 de Julho, vereador Joca (PSD) em homenagear o vereador Nery de Feira de Santana e vereador Gonçalo em homenagear a prefeita Maria Domingas da cidade de Governador Mangabeira. Segundo Lucivaldo, o Regimento Interno da Casa não permite tal honraria a pessoas em exercício de um cargo político. Dentro ainda da mesma discussão, o vereador Nilsinho (PDT) chegou a dizer que as comissões responsáveis por analisar o Projeto de Decreto Legislativo não foram bem assessoradas pelo departamento jurídico da Câmara, mas mesmo assim iria votar a favor do Decreto.

Em entrevista ao SGA, o presidente da casa, vereador Gilson Cazumbá “Escurinho” (PR), explicou a nossa reportagem que a maioria dos vereadores presentes seguiram o que as comissões analisaram, que foi o direito de homenagear as pessoas indicadas no dia 28 de julho.

De acordo com o Dr. Danilo Silva, advogado da casa e procurador do município, “são duas vertentes aí. A 1ª é colocar nome de pessoas vivas em bem publico. Absurdo que ofende a moralidade administrativa. A 2ª é, qual o mal social causado ao político ao receber tal medalha?", disse.

O Projeto de Decreto Legislativo foi aprovado por unanimidade dos vereadores presentes. Foram 10 votos a favor e uma abstenção do vereador Lucivaldo. Os vereadores Nenga e Gulinha não compareceram na sessão.

Ouça a sonora do presidente da Casa o vereador Gilson Cazumbá


São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo