residencial BA-502: Câmara solicita que Ministério Público peça esclarecimentos à AGERBA - São Gonçalo Agora

BA-502: Câmara solicita que Ministério Público peça esclarecimentos à AGERBA

Curva do Magalhães
A vereadora Ane de Bira (PSDB), mais uma vez voltou a se pronunciar, na sessão da Câmara Municipal de Vereadores, contra a paralisação nas obras da Curva do Magalhães e acostamentos da BA-502 em São Gonçalo dos Campos. O vereador Nilsinho (PDT), também aproveitou o momento para dizer que o Deputado Estadual Zé Neto (PT), está fazendo terrorismo com o povo Sangonçalense, além de ter participação na paralização das obras da BA-502, omitindo-se de suas responsabilidades para com o município.

Vereadora Ane (PSDB) e Vereador Nilsinho (PDT)
Ambos os vereadores solicitaram da assessoria jurídica da Câmara no mês de março, que enviasse um ofício à AGERBA (Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia) pedindo esclarecimentos pela paralisação das obras.

Até esta terça-feira (29/04) a Câmara não havia recebido nenhum contato da AGERBA, órgão responsável pelas obras.

Um novo ofício será encaminhado ao órgão, só que desta vez, através do ministério público estadual e municipal.

Inúmeras vezes, essas obras, tanto dos acostamentos quanto da perigosa curva, foram paralisadas e retomadas em períodos eleitoreiros. As informações, extras-oficiais, foram sempre fim de contrato de licitação com empresas responsáveis e falta de orçamento para a conclusão dos trabalhos.

Segundo o vereador Nilsinho, o Dep. Zé Neto, além de usar a BA-502 como “moeda de troca, está fazendo terrorismo. Primeiro foi com os funcionários da Embasa, agora com os diretores abandonados pelo estado e que hoje trabalham para o município”.

Afinal de contas, qual o deputado que faz algo por São Gonçalo?

Ouça os vereadores



Relembre outras matérias sobre o assunto:

CURVA DA MORTE: Encarregado de Obra rebate acusações de vereadora

Melhorias na Curva do Magalhães estão paradas por falta de verbas

São Gonçalo Agora
Com informações de Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo