residencial Trocando em miúdos; Promotora colocará São Gonçalo no Eixo? - São Gonçalo Agora

Trocando em miúdos; Promotora colocará São Gonçalo no Eixo?

Promotora Laise de Araújo Carneiro
A ASCOM (Associação Comercial de São Gonçalo dos Campos) esteve na manhã desta quinta-feira (09/03) em reunião com a Promotora Laise de Araújo Carneiro no Fórum Ministro João Mendes, a fim de discutir diversos problemas de São Gonçalo, e principalmente, segurança no centro da cidade, assim como em todo seu território, trânsito e poluição sonora.

Tratando-se da Poluição Sonora, de acordo com informações de Pedro D’Afonseca (presidente) e Rodrigo Gavaza (diretor) da ASCOM, a promotora deixou claro que a Polícia Militar, desde 2013, recebeu uma recomendação expedida pelo Ministério Público, lhe dando plenos poderes para atuar na medida da Lei e quando solicitada, coibindo a poluição sonora na cidade. De acordo com a fala da promotora, está existindo falhas, tanto do município através do setor responsável quanto da polícia militar na fiscalização deste problema.

Por lei, o volume permitido para amplificadores de som durante o dia é de 70 decibéis, e a noite 60. O veículo que for pego com os decibéis além do permitido, será retido e som apreendido.

Com relação à segurança pública, indagações do tipo: “como existe policia para fazer cobertura de eventos, e não existe para coibir um simples assalto no centro, bairros ou distritos da cidade”? Segundo a promotora, mesmo com o número pequeno de efetivo a polícia tem a obrigação de desempenhar os seus deveres, proporcionando a segurança da população. Se houver omissão desses deveres, o cidadão, anonimamente se preferir, pode colher provas e apresentar na promotoria da cidade, que o Ministério Público resolve.

Leis não faltam, o que falta em todo o País é a vontade de respeitá-las. A promotora Laíse de Araújo Carneiro avisa. "Também é papel do cidadão fiscalizar". Se o responsável direto em aplicar as Leis não se importa, denuncie.

Ouça a sonora da Promotora Laise de Araújo Carneiro



São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo