residencial Condutores de São Gonçalo serão obrigados a obedecer às Leis de Transito. - São Gonçalo Agora

Condutores de São Gonçalo serão obrigados a obedecer às Leis de Transito.

Praça JJ Seabra (Centro)
Agora é pra valer; a polícia militar através do Tenente Laerte, em parceria com a Guarda Municipal e Prefeitura, obrigarão os condutores que trafegam em São Gonçalo dos Campos a cumprirem às determinações de ordem para o transito da cidade jardim.

Na manhã desta quinta-feira (21) começaram as blitz de conscientização na Praça Cazuza Machado. Outras blitz ocorrerão nos demais pontos críticos da cidade nos próximos dias.

Segundo o Tenente Laerte, a maioria das ruas no centro da cidade não tem condições alguma para estacionamento de veículos. Ruas como a da Praça Cazuza Machado, JJ Seabra (Caixa Econômica Federal e lojas), Rua Capitão Antônio Carlos ao lado do Espaço Popular, Av. Tancredo Neves (Destino ao Centro de Abastecimento), Praça Pe. Bráulio Seixas (Fundo da Igreja Matriz e ponto das vans) e Coronel João Pedreira (Destino a prefeitura) não poderão ser utilizadas como ponto de estacionamento. De acordo com o Tenente, após a conscientização, os veículos encontrados em locais proibidos serão multados pela polícia militar. A guarda municipal também estará fiscalizando e recolhendo a placa do veículo em que o condutor recusar a retirada.
Flagrantes recentes do caos (Transito em São Gonçalo)
Na opinião do São Gonçalo Agora, além de fiscalizar veículos que estacionam em locais proibidos, as autoridades precisam deixar de fazer vista grossa para as inúmeras irregularidades e imprudências envolvendo o transito na cidade. Menores trafegam livremente tanto em carros como em motocicletas, que por sinal, tem uma frota muito grande na cidade. Por lei, o dono de um veículo, seja ele qual for, precisa de uma habilitação para conduzi-lo. Outro problema insuportável são as descargas de moto personalizadas, o barulho ensurdecedor dessas descargas pode ser ouvido a quilômetros de distância e são usadas frequentemente aos finais de semana. Duas delegacias estão instaladas no centro da cidade, e mesmo assim, nada é efetuado para a solução desses problemas. 

 São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo