residencial Com base nos estudos da SEI, CD da O Boticário pertence a São Gonçalo dos Campos - São Gonçalo Agora

Com base nos estudos da SEI, CD da O Boticário pertence a São Gonçalo dos Campos

Foto Edilson Produções
A Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) realizou um estudo e concluiu que o Centro de Distribuição da O Boticário pertence à cidade de São Gonçalo dos Campos. O centro está localizado na divisa entre a cidade e Feira de Santana, o que provocou uma disputa jurídica entre os municípios.

O Secretário de Planejamento de Feira de Santana, Carlos Brito, disse que vai contestar a decisão por ser um estudo preliminar e informou que o mesmo ainda será encaminhado para a Assembleia Legislativa.

“Isso não é lei e terá que ser encaminhado para a Assembleia Legislativa. Não tem nada definitivo, e ainda vai para a comissão territorial. Quem decide é a legislação. Essa foi uma sugestão da SEI, mas ainda tem muita estrada pela frente para se discutir. Não estamos lutando pelo O Boticário estamos lutando pelo nosso território”, disse Carlos Brito para a imprensa Feirense.

O secretário informou também que os argumentos apresentados pela SEI consideraram os registros de propriedades no Cartório de São Gonçalo e relatos de moradores.

Em entrevista à Rádio São Gonçalo, nesta sexta-feira (4), o prefeito Antônio Dessa, “Furão”, informou que participou de uma reunião em Salvador com representantes do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), da SEI, o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, e o secretário Carlos Brito. Segundo Furão, além do levantamento feito pela SEI e o IBGE, uma documentação comprova que a área pertence a São Gonçalo. Um mapa exibido pela superintendência e repassado aos prefeitos delimita não só a questão da O Boticário como outras áreas.

Ouça o prefeito Furão falando à Rádio São Gonçalo sobre a decisão da SEI na polêmica da O Boticário e outras áreas também estudadas pela SEI.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo