residencial Idoso espancado na zona rural de São Gonçalo não resiste e morre em UTI - São Gonçalo Agora

Idoso espancado na zona rural de São Gonçalo não resiste e morre em UTI

Após ser espancado há cerca de dois meses e meio, idoso morre em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de hospital em Candeias, a 86,3 km de São Gonçalo dos Campos. 

Por Sandro Araújo
Antônio Vicente dos Santos, de 56 anos, apelidado de (Quebra Galho)
Antônio Vicente dos Santos, de 56 anos, apelidado de (Quebra Galho), não resistiu às torturas sofridas juntamente com seu irmão Miguel dos Santos, de 58 anos, no dia 18 de junho deste ano e infelizmente faleceu na manhã desta terça-feira (03).

Este bárbaro crime, e que chocou São Gonçalo e toda região metropolitana de Feira de Santana, aconteceu na zona rural da cidade, no povoado do Bete. As vítimas foram espancadas por várias horas dentro de sua própria residência. Os elementos usaram um “porrete” para a brutalidade. Antônio se encontrava em convalescência no momento e mesmo assim não foi poupado.

Antônio Vicente estava internado na (UTI) da Clínica Humana na cidade de Candeias.

Marcos Gonçalves da Silva (18), (Marquinhos)
Seu irmão Miguel dos Santos permanece internado no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana.

Um dos acusados, Marcos Gonçalves da Silva (18), vulgo (Marquinhos), está preso no presidio regional de Feira de Santana. Outro acusado deste crime, de prenome Rogério, vulgo (Perré) está foragido. Segundo a polícia, existe um mandado de prisão preventiva contra o foragido.

Antônio Vicente será sepultado na manhã desta quarta-feira (04) no cemitério de São Gonçalo dos Campos.

São Gonçalo Agora com informações de André Silva

Compartilhe no Google+

Sandro Araújo