Prefeitura de Feira de Santana
O salário dos servidores públicos municipais será antecipado neste mês de abril. O pagamento, que geralmente é efetuado todo dia 25, será realizado nesta quinta-feira, 24.

A antecipação se dá por conta da realização da Micareta, que começa nesta quinta e segue até o domingo, 27. Serão mais de 120 atrações durante os quatro dias da festa.

“Esse mês vamos antecipar para que os funcionários que desejam curtir a festa possam ter o seu dinheiro ainda antes da festa começar”, declarou o prefeito José Ronaldo de Carvalho.

Sandro Araújo
Informações Prefeitura de Feira de Santana
Entrega dos peixes para a Sexta-feira Santa (16/04) Foto de Erivaldo Oliveira
Depois do grande trabalho realizado na última quarta-feira (16/04), pelo empresário Evanildo Borges (Argolinha), no qual todos os anos doa a população Sangonçalense toneladas de peixe para a ceia da Semana Santa, Argolinha, grande guerreiro e devoto de São Jorge, homenageado no dia de hoje (23/04), foi lembrado na sessão da Câmara Municipal de Vereadores de São Gonçalo dos Campos nesta terça-feira (22), pelo Vereador Nenga (PSD).

Vereador Nenga (PSD)
O vereador apresentou uma Moção de Aplauso entre os demais colegas, homenageando o repetido gesto de Evanildo, que para Nenga significa uma verdadeira prova de responsabilidade social.

A moção foi aprovada por unanimidade entre os edis presentes, e muito em breve chegará às mãos do empresário, que também é Sangonçalense.

Seis toneladas de peixe foram distribuídas gratuitamente, a pelo menos 3 mil famílias de São Gonçalo dos Campos dia 16, no Centro de Abastecimento.

Argolinha esteve presente durante toda a distribuição, e fez questão de garantir que no próximo ano, com fé em Deus, tem muito mais.

Sandro Araújo
Matéria original do São Gonçalo Alerta
Vereador Nilsinho (PDT)
Foi aprovado pelo plenário da Câmara Municipal de Vereadores de São Gonçalo dos Campos, nesta terça-feira (22/04), o Projeto de Lei Nº 002/2014, de autoria do Vereador Nilsinho (PDT), cujo conteúdo obriga a inserção do nome do autor do Projeto de Lei nas Leis do Município de São Gonçalo dos Campos.

O Projeto de Lei foi enviado ao executivo para sanção, e se aprovado, a partir da publicação no Diário Oficial, fica obrigatório a inserção do nome do autor da Lei quando esta for citada em qualquer forma de publicação, ou seja, projeto aprovado e sancionado, "nome" do vereador autor do projeto quando divulgado.



Leia o Projeto
Leia no Art. 1º da Lei - Quando da citação ou utilização das Leis do município de São Gonçalo dos Campos, em documentos, cartazes, folhetos, publicações e peças correlatas impressas ou fruto de trabalho artesanal, oficiais ou não, deve conter a inscrição do nome do autor ou autores da proposição.

Segundo o Vereador, muito se cobra do vereador, e no fundo, não sabe de sua atuação perante seu povo. A maioria das execuções do Executivo passa pela aprovação do Legislativo, e assim, fica também caracterizado o trabalho do vereador.

Outro projeto do vereador, que por sua vez, está em tramitação na Câmara de Vereadores, é o projeto que obrigará as empresas organizadoras de eventos, responsabilizar-se pelos serviços de limpeza urbana das vias públicas situadas no entorno dos locais de realização desses eventos, abertos ou fechados, tanto no centro de São Gonçalo dos Campos, quanto nos distritos e povoados. Segundo o Vereador, após esses eventos, o acúmulo de lixo obriga que a limpeza pública se concentre no local, por horas fazendo a limpeza, e com isso, outros pontos da cidade são prejudicados com o atraso ou adiamento dos serviços. Com o Projeto, o local será entregue limpo à comunidade.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Xiao Wei teve a mão decepada em um acidente de trabalho e sua mão foi implantada no tornozelo para manter fluxo sanguíneo 
O jovem chinês Xiao Wei, que teve sua mão direita arrancada em um acidente de trabalho em novembro, fez a cirurgia para reimplantá-la de volta ao braço. Seu membro, no entanto, teve uma localização diferente no meio deste período: o tornozelo do chinês teve a companhia da mão para que continuasse recebendo fluxo sanguíneo.

A decisão de implantar o membro no tornozelo veio em decorrência de ser necessário tratar seus ferimentos antes de colocar a mão de volta ao seu lugar.

"Seus ferimentos eram graves. Além dos ferimentos de corte, o braço dele estava esmagado. Nós claramente tínhamos que tratar os ferimentos antes de fazer a cirurgia", contou um dos médicos ao Daily Mail.

Após um mês depois do acidente, a equipe decidiu que Xiao já havia se recuperado o suficiente para passar pela cirurgia. De acordo com os médicos, ele terá que passar por outros procedimentos, mas têm esperança de que o chinês recuperará a função da mão. Correio.

Reinauguração do Hospital Municipal em São Gonçalo dos Campos (Foto Edilson Produções)
Foi reinaugurado nesta segunda-feira (21) em São Gonçalo dos Campos, o Hospital Municipal da cidade. Para a reinauguração, o prefeito Antonio Dessa (PSD) contou com as presenças do vice-governador Otto Alencar (PSD), o secretário Rui Costa (PT), o Deputado Federal Rosemberg Pinto (PT) e outras autoridades políticas, além de sua equipe de governo e vereadores da base aliada. Ao lado da primeira Dama Luciane Labriola e convidados, além da presença do grande público, Furão entregou ao povo São-gonçalense o Hospital Municipal completamente reformado, pronto para atender melhor o seu povo. Após a cerimônia e bênção do pároco da cidade, Padre Miguel, foi a hora de finalizar com chave de ouro a sequência de inaugurações, com as apresentações de Bel Marques arrastando a grande multidão na Avenida Dr. Antonio Muniz, Oito7nove4 na praça J.J Seabra, e Patchanka novamente Avenida Dr. Antonio Muniz. Para a segurança da festa, a prefeitura contou com 50 policiais militares, 40 civis, 100 seguranças e 12 guardas municipais. Apenas uma briga foi registrada durante a festa.

Confira mais imagens em nossa Galeria!

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Fotos de Edilson Produções


Veículo utilizado pelos elementos
Policiais Civis de São Gonçalo e Conceição da Feira trocaram tiros com elementos na localidade da Taperinha e Mangabeira divisa entre São Gonçalo e Conceição da Feira.

De acordo com informações, três elementos em um veículo Ford Fiesta, cor prata, placa policial NTW – 2660 licenças de Feira de Santana, roubado, estavam tocando o terror na localidade, dando vários disparos de arma de fogo para cima. As policias foram acionadas, e ao chegarem trocaram tiros com os elementos que empreenderam fuga, bateram com o veículo em uma cerca e fugiram a pé adentrando em um matagal.

Essa é a segunda ocorrência policial na cidade após estourada a greve da PM.


São Gonçalo Agora
Informações e Foto de André Silva
Sandro Araújo - O governador Jaques Wagner se reúne, nesta quinta-feira, com o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, o comandante da sexta Região Militar, general Racine Bezerra, o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, e representantes das Forças Armadas, da Força Nacional e da Polícia Federal.

O encontro acontece ao meio-dia na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, e tem o objetivo de operacionalizar a segurança pública do Estado.

Participam ainda da reunião o diretor geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, o comandante Força Nacional de Segurança, coronel Aragon, a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Mike, o ministro da Defesa Interino, Brigadeiro Saito, o chefe da Casa Militar, coronel Carlos Augusto Gomes, entre outras autoridades nacionais e estaduais.

Essa matéria será atualizada com os áudios da reunião.

São Gonçalo Agora/Secom-Ba
Prefeito Furão
O prefeito Antonio Dessa (Furão) acabou de informar ao São Gonçalo Agora, que as inaugurações previstas para este fim de semana, vão sim acontecer na cidade.

O prefeito esteve acompanhando passo a passo as negociações entre os dirigentes sindicais e o governo, e decidiu confiar no final da greve.

No início dessa manhã, Furão havia divulgado nos principais veículos de comunicação da cidade e neste portal, que "mesmo se a greve acabasse não haveria  tempo hábil para sentar com as policias militar e civil para organizar a segurança".


Em Feira de Santana o prefeito José Ronaldo também confirma a realização da Micareta de Feira 2014 está suspensa.

Representantes do comando grevista e deputados
Se a greve continuasse, além da liminar determinando a imediata paralisação da greve da Polícia Militar na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1,4 milhão. A Justiça Federal determina, ainda, o bloqueio de bens de Marco Prisco, das associações envolvidas no movimento paredista e de seus dirigentes.

O Coronel Edmilson Tavares, presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPMBA) - Força Invicta, informou durante a manhã  que o indicativo da reunião entre as entidades e representantes do governo é mesmo de fim de greve. “Não é nada oficial. Mas tudo indica que é o fim da greve”, disse Edmilson Tavares.

Agora é oficial, a greve acabou.

ACOMPANHE AQUI:

13h53 - Entre as proposas apresentadas, não haverá punição;

3h49 - Prisco é aplaudido

13h47 - Prisco pede sabedoria a todos

13h46 - O líder grevista destaca ainda as conquistas da categoria a exemplo do GAP 4 e lamenta a perda dos três policiais assasinados neste período de greve

13h45 - Prisco relembra a greve de 2012 e destacou os avanços que os policiais tiveram

13h43 - Documento começa a ser lido

13h42 - Capitão Tadeu chega no Wet

13h39 - Deliberações foram tomadas com representantes de todas as associações para que não houvesse suspeita de traição, afirma Capitão Luciano da Associação Dois de Julho

13h38 - EStão esperando mais alguns representantes se organizarem no minitrio

13h37 - Expectativa é grande entre a categoria

13h31 - Policiais em silêncio aguardando as informações do documento

13h27 - Presidentes das associações se posicionam ao lado de Prisco

13h26 - Prisco pede tranquilidade. "Todos escutem o que vou dizer", pede líder revista, ressaltando que não haja grito de guerra.

13h25 - As deliberações só serão lidas quando todos os membros das associações estiverem aqui, afirma Prisco

13h24 - Prisco começa discurso

13h22 - Bispo reza o pai Nosso. Prisco já se encontra no Wet.

Após reunião realizada entre entidades de classe da Polícia Militar da Bahia e do Governo no início desta tarde (17), ficou decidido pela deliberação do fim da greve. Um documento assinado por todas as partes será encaminhado à assembleia para que a categoria homologue, ou não, esta decisão.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Em nota, secretário de Segurança disse que espera 'proposta razoável'. Estado afirma que itens, se atendidos, custariam mais de R$ 600 milhões.

Assembleia aprovou o início da greve da PM
(Foto: Imagens/G1)
Por meio de nota, o Governo da Bahia afirmou na noite desta quarta-feira (16) que as reivindicações das associações de policiais militares grevistas "ultrapassa o limite orçamentário do Estado".

Durante a tarde, associações de PMs entregaram um documento ao Comando da Polícia Militar, que intermediou a chegada dos itens até o governo estadual.

Também durante a tarde, o governador concedeu entrevista coletiva, afirmando ainda não ter visto o documento entregue, e avaliou a greve como "eleitoreira".

De acordo com o governo, os itens apresentados pela categoria, se atendidos, significariam um gasto de mais R$ 600 milhões por ano. “Essa nova pauta nos causa muita surpresa. Falamos que já estávamos no nosso limite e, hoje, recebemos a proposta com mais coisas inseridas. Esses pontos nos dariam um gasto anual de mais R$ 600 milhões. Consideramos isso um retrocesso”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, por meio de nota.

O governo ressalta que quer manter o diálogo aberto com a categoria. “Vamos ficar aguardando para que eles encaminhem uma proposta razoável. Esperamos isso rápido porque dependemos desta resposta para chegar a um consenso”, acrescentou o secretário.

Impasse
O reajuste nas Condições Especiais de Trabalho (CET) é o principal ponto de divergência entre policiais grevistas e governo do estado, que tentam negociar a finalização do movimento iniciado na Bahia, há um dia, nesta quarta-feira (16), segundo informa Marco Prisco, vereador filiado pelo PSDB que lidera o movimento.

"A questão remuneratória o governo não avançou. Queremos 90% para motorista e 80% para os policiais. Pode ter uma variação nisso sim. Agora é com o governo", diz. Prisco participa de nova reunião, na noite desta quarta-feira, com deputados estaduais, na Assembleia Legislativa e, em seguida, aconcete um encontro com o governador Jaques Wagner, na sede da Governadoria. O líder grevista informa que a categoria está aberta para acordo ainda nesta noite.

O governo explica que a CET é uma gratificação que atualmente vigora para oficiais e que os grevistas pedem que se estenda a todos do efetivo policial, informa o diretor de comunicação da PM, Gilson Santiago, que responde pelo governo. "Eles querem também que todo o reajuste que seja concedido aos policiais também seja concedido aos policiais inativos", explica.

Pauta apresentada pelos grevistas à PM
(Foto: Henrique Mendes/G1)
Em relação à CET, o governo concordou em fazer alterações em reunião que antecedeu assembleia na terça-feira. Ficou acertado reajuste de 25% no valor da remuneração de policiais do administrativo; de 17% para 35% no valor para quem recebia reajuste; e os motoristas, que tinham 35%, ficarão com 60%. O código de ética e dos processos disciplinares, outros dois quesitos reinvindicados, também seriam revisados.

De acordo com Santiago, os grevistas pedem que o pagamento da Gratificação da Atividade Policial 5 (GAP-5), negociada em duas parcelas na greve de 2012, seja paga de forma integral e imediata, a partir do próximo vencimento. "Na realidade, o comando de greve quer um padrão remuneratório diferente do que temos hoje. Eles querem um subsídio, que faria com que todos ganhassem igualmente, soldados e oficiais. O soldado, na regra atual, na composição do subsídio, tem as gratificações. Eles querem que o subsídio seja implantado imediatamente e não esperar até novembro, março ou abril de 2015, como foi acordado".

Ele explica que a GAP-5 vai ser paga em duas partes, uma em novembro e outra em março ou abril de 2015. "Isso já foi objeto de negociação de 2012 e eles querem discutir isso novamente, só que com outro padrão. Eles já querem que seja paga essa GAP-5 no próximo mês e de uma vez só", ressalta.

Outros pontos da pauta de negociação apresentadas pelos grevistas são o aumento do auxílio alimentação para R$ 500 e 'anistia' a todos os participantes deste e do movimento de 2012, entre outros como a revisão do código de ética.

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) declarou a ilegalidade da greve. De acordo com a decisão do desembargador Roberto Frank, os policiais militares devem retornar ao trabalho imediatamente. Caso os policiais não retornem ao trabalho, será aplicada multa diária de R$ 50 mil.

Lojas, bancos e shopping fecharam as portas em Salvador e a população, em geral, tem evitado sair às ruas.

Motivação 'eleitoreira'
O governador Jaques Wagner disse, na tarde desta quarta-feira, que não teve contato com a contraproposta dos policiais grevistas e que ainda não há previsão de finalização da greve de policiais militares. Wagner afirmou que a população pode sair às ruas e avalia o movimento de paralisação como eleitoreiro. Para ele, os grevistas não estão acostumados com a abertura de diálogo e estão "apostando no caos para assustar a sociedade e o governo". "Essa greve é ilegal, inconstitucional e unilateral. Nos últimos sete anos e meio, a PM acumulou ganho real de 60%".

Reforço na segurança
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, informa que as tropas federais deslocadas à Bahia vão ser distribuídas em diversos municípios. Feira de Santana, Vitória da Conquista e Juazeiro, além de Salvador, também vivem mobilização da categoria. Cardozo aponta que as tropas são compostas por policiais militares, civis, bombeiros e peritos

“As reivindicações podem ser legítimas, podem ser justas. Agora, quando elas se colocam contra a sociedade, contra o interesse público, trazendo insegurança e um clima social perverso, não podem ser tidas como legítimas. (...) O Estado brasileiro não aceita que situações desse tipo se coloquem. A sociedade não pode aceitar que pessoas remuneradas pelos cofres públicos ajam dessa maneira”, completou.

A presidente Dilma autorizou o emprego das Forças Armadas na segurança pública por conta da diminuição do efetivo de PM nas cidades. Militares do Exército já são vistos nas ruas de Salvador. A PM informou que 85 viaturas, com 202 policiais, estão em atividade.

A previsão é a de que seis mil militares do Exército lotado na Bahia atuem no reforço, junto a cerca de três mil deslocados do Recife e de São Paulo, com mais três mil da Força Nacional.

Greve de 2012
Marco Prisco foi o líder do movimento grevista de 2012, que durou 12 dias. Ele foi preso depois de um cerco do prédio da Assembleia Legislativa, onde os policiais acamparam, pelas tropas federais. No total, foram 12 mandados de prisão expedidos, motivados por conversas gravadas, reveladas pelo Jornal Nacional, que mostraram acertos para realização de ações de vandalismo em Salvador. No período, o aumento no número de homicídios foi de mais de 100%. Na ocasião, eles pediam o pagamento da Gratificação da Atividade Militar (GAP) 4 e a 5, além da não punição administrativa. Em outubro, Prisco foi o quarto vereador mais votado na capital baiana, eleito pelo PSDB. Do G1.
Comando grevista da PM apresenta propostas para o coronel Alfredo Castro no início da tarde desta quarta
(Foto: Henrique Mendes/G1)