O CONSEG (Conselho Comunitário de Segurança) de São Gonçalo dos Campos escolheu sua logomarca em reunião realizada nesta terça-feira (21/10), na sede da Associação Comunitária da Pitubinha, nesta cidade. Além dos integrantes do conselho e o SGAGORA, estiveram presentes na reunião os repórteres Hipólito Ruiz e Sueny Silva da rádio São Gonçalo.

Além da escolha da logo, o CONSEG discutiu diversas propostas a serem colocadas em pratica na cidade, e que pretendem colaborar ao máximo com a diminuição da violência e outros problemas que tiram o sossego da população sangonçalense.

Segundo Rita Barreiros, co-responsável pela criação da logo, uma doação de autoria de Lucas Ferraz da Agência Péck “esta marca na sua essência tem o objetivo de mostrar um ícone que se assemelha a uma flor mas que na verdade é construído por pessoas em circunferência, unidas em prol de um só objetivo. A flor é um elemento que traduz sensibilidade, delicadeza e cuidado, tudo isso ligado completamente à gestão de uma cidade. O Conselho Comunitário é a união de pessoas que lutam em prol de uma cidade melhor administrada e, acima de tudo, cuidada como uma flor, como um jardim ou como uma praça”.

A apresentação da logomarca original para a cidade ocorrerá em um evento público, com data ainda ser definida. O slogan do conselho será também uma das surpresas para o evento.

Conselho Comunitário de Segurança

São entidades comunitárias privadas de cooperação voluntária com a política de segurança pública e defesa social de São Gonçalo dos Campos, constituídas por pessoas de uma mesma comunidade que se reúnem com autoridades públicas para discutir, analisar, planejar, avaliar e acompanhar a solução de seus problemas de proteção social, assim como para estreitar laços de entendimento e cooperação entre as várias lideranças locais. Constituem canal privilegiado para o direcionamento dessas ações, mediante parceria do governo com a comunidade na consecução do objetivo comum que é o bem estar de todos.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Mais um julgamento do “Caso Maderval”, como é conhecido em São Gonçalo dos Campos, foi julgado pelo TJ-BA (Tribunal de Justiça da Bahia) na tarde desta quinta-feira (23/10).

Trata-se do Processo: 0004280-14.2014.8.05.0000/Classe: Ação Penal - Procedimento Ordinário/Área: Criminal/Assunto: Crimes da Lei de licitações/Relatora: Nágila Maria Sales Brito, julgado nesta tarde, de autoria do Ministério Público local.

O caso envolve o Prefeito de São Gonçalo dos Campos, Antonio Dessa Cardoso, Frederico Jose Morais Gomes e Gustavo Fernandes D' Afonseca. Veio à tona em 2012, sendo até publicado em vários sites de noticias da Bahia. Relembre aqui.

De acordo com o site do TJ-BA obtivemos o seguinte resultado: “Rejeitadas as preliminares, no mérito, recebeu-se a denúncia e sem a prisão cautelar à unanimidade, sem afastamento por maioria”. Usou a palavra representando o Ministério Público o Promotor de Justiça Dr. José Jorge Meireles Freitas”.

De acordo com o prefeito Antonio Dessa, “foi feito um pedido da parte do também envolvido Gustavo Fernandes D' Afonseca, para que o prefeito fosse afastado provisoriamente, além de sua prisão cautelar. Segundo o prefeito, no seu entendimento, os pedidos foram rejeitados por não existirem provas suficientes para tamanha decisão da justiça, significando que as investigações continuam, porém sem a necessidade de intervenção de seu exercício no executivo municipal”. Para o prefeito a rejeição do pedido foi uma vitória.

Decisão

Em 21 de maio deste ano, de acordo com o TJ-BA, foi “determinado a quebra do sigilo fiscal dos denunciados, devendo a Secretaria da Segunda Câmara Criminal cumprir as seguintes diligências: 1) Expedição de Ofício à SEFAZ/BA requisitando, com relação aos anos de 2009 a 2012, as seguintes informações: a) Verificação da existência física das empresas MADERVAL MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA (CNPJ nº 09.313.357/0001-02) e PONTILHÃO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA (CNPJ nº 10.689.940/0001-93), ao que se sabe, estabelecidas no município de São Gonçalo dos Campos/BA; b) Verificação do fluxo de entrada e saída de mercadorias das empresas MADERVAL MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA (CNPJ nº 09.313.357/0001-02) e PONTILHÃO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA (CNPJ nº 10.689.940/0001-93), ao que se sabe, estabelecidas no município de São Gonçalo dos Campos/BA. 2) Expedição de Ofício ao NIC MP/BA requisitando a relação de empregados registrados, entre os anos de 2009 a 2012, das empresas MADERVAL MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA (CNPJ nº 09.313.357/0001-02) e PONTILHÃO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA (CNPJ nº 10.689.940/0001-93), ao que se sabe, estabelecidas no município de São Gonçalo dos Campos/BA. 3) Indeferida a utilização das informações reservadas e documentos protegidos por sigilo fiscal, supramencionados, determino a devolução dos referidos documentos de fls. 2.837 a 4.372 (que se encontram em envelopes próprios adunados aos autos) à Procuradoria Geral de Justiça, devendo o Parquet providenciar o desmembramento das "informações bancárias" (fotocópias de cheques), apresentadas por Gustavo Fernandes D'Afonseca, remetendo-as a este e. Tribunal de Justiça para que sejam juntadas aos presentes autos, observando-se os procedimentos necessários. 4) Nos termos previstos no inciso IX do artigo 93 da Constituição Federal e no artigo 155 do Código de Processo Civil, a fim de evitar que sejam tornadas públicas as informações em questão, determino a tramitação deste processo em segredo de justiça. 5) Considerando a existência de diligências a serem cumpridas antes do oferecimento da Resposta pelos acusados, torno sem efeito o Despacho de fl. 2838. Assim, tornado sem efeito o Despacho de fl. 2838, o pleito de devolução do prazo contido na petição juntada pela defesa às fls. 2849/2851 perdeu o seu objeto. Após, voltem os autos conclusos”.

No mesmo dia o TJ-BA também julgou processos de José Ronaldo de Carvalho, Prefeito Municipal de Feira de Santana, Ednaldo dos Santos Barros,Prefeito Municipal de Sento Sé, José Messias Carneiro, Prefeito do Município de Tanque Novo e Paulo Alexandre Matos Griffo, Prefeito Municipal de Mucuri. Veja mais clicando aqui. Para maior detalhes clique no número dos processos.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
De acordo com informações de um motorista que relatou o assalto para a polícia da cidade, elementos fortemente armados a bordo de três veículos, sendo um corolla prata, um focus e outro ainda não identificado, interceptaram e explodiram no início da noite desta quinta-feira (23/10), no entroncamento do município de Conceição da Feira com a BR-101, um carro forte da empresa Brinks. Quase todo o dinheiro foi levado pelos bandidos. Durante a abordagem dois dos quatro seguranças do carro forte ficaram feridos. Segundo informações da polícia, a quadrilha fugiu sentido a BR-324.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
A carreta carregada com engradados da cerveja schin tombou na BR-101, na tarde desta quarta-feira (22/10), nas proximidades da escola Patrício Sodré, em São Gonçalo dos Campos. Dezenas de moradores da região saquearam os engradados de cerveja. As fotos foram enviadas por um internauta e não temos informações sobre feridos e causas do acidente.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
As primeiras informações, colhidas tanto pela PM quanto pelo próprio Valdir Machado, davam conta que, o caso teria acontecido na noite desta segunda-feira (20/10), na localidade da Boa Vista, zona rural de São Gonçalo, e que Valdir Machado Santana, conhecido como Machado, 39 anos, brigava com seu filho de 18 anos, quando a senhora Clarice Machado Santana, 71 anos, mãe de Valdir, tentou intervir na briga e recebeu um empurrão do filho, vindo a sofrer uma queda, que resultando em sua morte na manhã desta terça-feira (21/10).

Ainda com informações, dona Clarice foi socorrida, não sabemos ao certo se na noite da briga ou na manhã seguinte, mas após dar entrada no Hospital Municipal de Conceição da Feira, foi encaminhada ao Hospital de São Félix, onde não resistiu e acabou falecendo.

A principio foi dito pela PM, de forma extraoficial, que a senhora teria sofrido traumatismo craniano e isso teria sido sua causa morte.

De acordo com as declarações da delegada Cristiane Oliveira, titular da delegacia de polícia civil de São Gonçalo, com base no depoimento de Valdir Machado, "ele não empurrou a mãe e sim a puxou pelo braço pra fora da briga e ela se desequilibrou e caiu, sem bater a cabeça no chão. Se ele disse o contrário em entrevistas concedidas anteriormente ao seu depoimento, suas falas consideram-se anuladas, pois Valdir poderia estar em estado de embriaguez".

Ainda de acordo com a delegada, "dona Clarice se queixou de algumas dores na cabeça na mesma noite do ocorrido, porém só foi levada ao hospital após passar mal nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (21/10), e ao dar entrada na unidade hospitalar em São Félix veio a óbito. Segundo informações de um laudo do hospital, a idosa morreu vítima de crise hipertensiva, edema pulmonar agudo e acidente vascular cerebral (AVC)".

Para o portal, com base nas falas da delegada, inclusive na releitura de um laudo do hospital, Valdir não pode ser considerado culpado pela morte da mãe, pois se isso acontecer, primeiro o laudo terá que ser contestado, e depois o corpo da idosa exumado para total e definitivo esclarecimento do caso.

O São Gonçalo Agora teve a preocupação de publicar novamente informações sobre este caso, para mostrar que, as principais informações publicadas anteriormente sobre o empurrão que Valdir Machado deu em sua mãe, assim como o suposto traumatismo craniano que levou a morte de dona Clarice, foram informações passadas à nossa reportagem, tanto pelo próprio Valdir Machado quanto pela Polícia Militar. Em momento algum mentimos sobre os fatos. Se houve alguma mentira, como foi dito por um profissional de comunicação local, essa mentira partiu do próprio Valdir e Polícia Militar, que passaram as informações ao repórter André Silva e imprensa de Feira de Santana.

Valdir Machado foi levado algemado no fundo da viatura da PM na manhã desta terça-feira (21/10), e após a delegada ter colhido seu depoimento o mesmo foi liberado.

OUÇA AGORA TODOS OS ÁUDIOS DAS ENTREVISTAS SOBRE O CASO

ÁUDIO DE VALDIR MACHADO

ÁUDIO DO SARGENTO BARREIROS

ÁUDIO DO TENENTE LAERTE

ÁUDIO DA DELEGADA CRISTIANE OLIVEIRA 01

ÁUDIO DA DELEGADA CRISTIANE OLIVEIRA 02


São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Apreensão aconteceu na noite desta segunda-feira (20/10), na localidade do jacaré, às margens da BA-502, num desvio bastante utilizado por condutores infratores, que fogem dos patrulheiros rodoviários estaduais e do posto de pesagem de cargas na referida BA.

Dois tabletes de maconha prensada, totalizando 950g, foram apreendidos em poder de Wallace de Oliveira Torres (Vulgo Chaparral), de 20 anos, e a menor de iniciais B.A, de 17 anos, ambos de Conceição da Feira.

A dupla conduzia uma CG Titan Preta, Placa Policial OKO-5013, licença de Conceição da Feira.

De acordo com a polícia militar, ao avistarem a viatura, que realizava rondas preventivas na região, tentaram empreender fuga dispensando a droga, mas foram alcançados pela guarnição e apresentados na delegacia de polícia civil da cidade.

Após serem flagranteados, Chaparral foi encaminhado ao presídio regional de Feira de Santana, e a menor, foi conduzida para o (CASE) Centro de Atendimento Socioeducativo - Juiz de Melo Matos, também em Feira de Santana.

Ainda de acordo com a polícia, essa não é a primeira vez que Chaparral é indiciado por tráfico de drogas.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Informações e fotos da PM

Vigilância Epidemiologia de São Gonçalo analisa se caso suspeito de chikungunya pode ser confirmado.   

Segundo Nádia Cristina Coelho, coordenadora de Vigilância Epidemiologia de São Gonçalo dos Campos, a paciente foi atendida na cidade, e de acordo com os sintomas existe a possibilidade sim de se tratar da infecção pelo vírus chikungunya, transmitido pelo mesmo mosquito responsável pelo vírus Dengue.

O caso está sendo acompanhado pela Secretaria Municipal de Saúde e amostras de sangue extraídas da paciente já foram enviadas para o (LACEN) Laboratório Central de Saúde Pública, na capital Salvador. Ainda de acordo com a coordenadora, “esta suspeita não é motivo para desespero, e sim para maior prevenção contra os mosquitos Aedes aegypti e o Aedes albopictus, mosquitos transmissores da doença”.

A febre chikungunya é uma doença viral parecida com a dengue, transmitida por um mosquito comum em algumas regiões da África. Nos últimos anos, inúmeros casos da doença foram registrados em países da Ásia e da Europa. Recentemente, o vírus CHIKV foi identificado em ilhas do Caribe e na Guiana Francesa, país latino-americano que faz fronteira com o estado do Amapá.

O certo é que o chikungunya está migrando e chegou às Américas. No Brasil, a preocupação é que o Aedes aegypti e o Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre amarela, têm todas as condições de espalhar esse novo vírus pelo País. Seu ciclo de transmissão é mais rápido do que o da dengue. Em no máximo sete dias a contar do momento em que foi infectado, o mosquito começa a transmitir o CHIKV para uma população que não possui anticorpos contra ele. Por isso, o objetivo é estar atento para bloquear a transmissão tão logo apareçam os primeiros casos.

Sintomas

Embora os vírus da febre chikungunya e os da dengue tenham características distintas, os sintomas das duas doenças são semelhantes.

Na fase aguda da chikungunya, a febre é alta, aparece de repente e vem acompanhada de dor de cabeça, mialgia (dor muscular), exantema (erupção na pele), conjuntivite e dor nas articulações (poliartrite). Esse é o sintoma mais característico da enfermidade: dor forte nas articulações, tão forte que chega a impedir os movimentos e pode perdurar por meses depois que a febre vai embora.

Ao contrário do que acontece com a dengue (que provoca dor no corpo todo), não existe uma forma hemorrágica da doença e é raro surgirem complicações graves, embora a artrite possa continuar ativa por muito tempo.

Diagnóstico

O diagnóstico depende de uma avaliação clínica cuidadosa e do resultado de alguns exames laboratoriais. As amostras de sangue para análise devem ser enviadas para os laboratórios de referência nacional.

Casos suspeitos de infecção pelo CHIKV devem ser notificados em até 24 horas para os órgãos oficiais dos serviços de saúde.

Tratamento

Na fase aguda, o tratamento contra a febre chikungunya é sintomático. Analgésicos e antitérmicos são indicados para aliviar os sintomas. Manter o doente bem hidratado é medida essencial para a recuperação.

Quando a febre desaparece, mas a dor nas articulações persiste, podem ser introduzidos medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia.

Prevenção

Não existe vacina contra febre chikungunya. Na verdade, a prevenção consiste em adotar medidas simples no próprio domicílio e arredores que ajudem a combater a proliferação do mosquito transmissor da doença.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Imagens do momento em que o empresário teve as chamas do corpo apagadas foram gravadas por testemunhas

O empresário Manoel Carlos Santana, 61 anos, morreu neste domingo (19) após ter o corpo queimado por criminosos dentro do próprio restaurante em Feira de Santana. O crime aconteceu na tarde deste sábado (18).

Segundo a Delegacia de Homicídios, o empresário, dono do restaurante Galinha Gorda, na avenida João Durval, teve grande parte do corpo queimado no ataque.

As imagens do momento em que o empresário teve as chamas do corpo apagadas foram gravadas por testemunhas.

O vídeo mostra o momento em que o empresário, mesmo com as mãos amarradas, consegue sair do restaurante e pedir ajuda. Desesperadas, algumas pessoas que veem o homem em chamas tentam apagar o fogo com água e extintores de incêndio. "Joga água, joga água. Meu Deus", grita um homem, enquanto tenta apagar o fogo.

O empresário foi resgatado e levado para o Hospital Geral Clériston Andrade, em estado grave. Ele não resistiu e morreu na tarde de hoje. A polícia investiga se o empresário foi morto em uma tentativa de assalto ou por vingança.

O crime bárbaro causou grande repercussão em Feira de Santana. Através dos sites de redes sociais, moradores reclamaram da violência na cidade. Correio.

Vídeo contém imagens fortes; assista

A Polícia Militar de São Gonçalo dos Campos registrou na noite desta sexta-feira (17/10), na localidade de Boa Hora, o assassinato de Marcos Santos Barbosa, 27 anos.

De acordo com a polícia, Marcos passava de moto por uma estrada de chão da localidade, quando um homem de dados ignorados, por trás, deflagrou os disparos.

Com este assassinato contabilizamos o terceiro neste mês de outubro em São Gonçalo. Dois deles ocorreram nessa região, próxima a divisa com Feira de Santana.

O (DPT) Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana fez a remoção do corpo. A polícia não o local de residência da vítima.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Moradores vizinhos a um antigo galpão de fumo na Praça Pe. Bráulio Seixas, Matriz de São Gonçalo, dizem estar correndo sérios perigos por morar ao lado das ruínas do prédio abandonado. 

Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
Segundo os moradores, a mais de dez anos o prédio foi esquecido pelos donos, e a cada dia o perigo só aumenta. Recentemente, uma pessoa de nome não revelado derrubou todas as paredes internas do prédio e hoje apenas o quadrado está de pé. Os moradores afirmam que sem a “amarração das paredes”, que já estão rachadas, existe um risco muito grande de tudo ir abaixo, e o maior medo é cair sob as casas ao lado, podendo até vitimar fatalmente crianças e adultos. Além do risco de desabamento, ainda segundo os moradores do local, animais peçonhentos como cobras, aranhas e escorpiões sempre aparecem em suas residências. 

Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
Outro casarão na mesma praça está servindo de banheiro e criadouro de animais, a exemplo de ratos, no centro da cidade. A propriedade é do ex-prefeito José Carlos de Lacerda. Também abandonado, o antigo casarão quase veio abaixo, a cerca de um ano, e por pouco não desabou totalmente e causou uma tragédia. Testemunhas afirmam que telhas do casarão já despencaram na calçada, no momento em que pessoas passavam, e por muita sorte, não atingiu a cabeça de alguém.  

Casarão do ex-prefeito
Em São Gonçalo é comum ver antigos prédios abandonados cheios de matos, terrenos esquecidos pelos donos, servindo até para a proliferação de insetos, mosquitos e animais. Nossa redação recebeu cerca de 30 imagens denunciando o descaso. Em breve estaremos publicando todas elas.

Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
Galpão da Praça Pe Bráulio Seixas
São Gonçalo Agora/Sandro Araújo

Dom Giovanni d'Aniello nasceu em Aversa, 5 de janeiro de 1955, é um arcebispo católico italiano e atual núncio apostólico no Brasil.

Foi ordenado sacerdote em 8 de dezembro de 1978. É doutor em Direito Canônico. Ingressou no Serviço Diplomático da Santa Sé em 1983, tendo desempenhado a sua atividade junto às Representações Pontifícias do Burundi, Tailândia, Líbano, Brasil e Seção para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado, no Vaticano.

Foi nomeado núncio apostólico na República Democrática do Congo, em 2001, e em 2010, foi transferido para a Tailândia e Camboja.

No dia 10 de fevereiro de 2012 o Papa Bento XVI o nomeou núncio apostólico no Brasil.

Um núncio apostólico ou núncio papal é um representante diplomático permanente da Santa Sé - não do Estado da Cidade do Vaticano - que exerce o posto de embaixador. Representa a Santa Sé perante os Estados (e perante algumas organizações internacionais) e perante a Igreja local. Costuma ter a dignidade eclesiástica de arcebispo. Normalmente reside na nunciatura apostólica, que goza dos mesmos privilégios e imunidades que uma embaixada.

Nos casos em que não existam relações diplomáticas com as autoridades de um Estado, o representante da Santa Sé perante a Igreja local recebe o nome de delegado apostólico. Nestes casos, normalmente o delegado apostólico não possui nenhum estatuto ou privilégio diplomático. Em muitos países o núncio papal tem precedência protocolar sobre o resto dos embaixadores: é o decano do corpo diplomático.

Confira abaixo a programação.

Dia 21 de novembro

17:30 hs – Recepção no Seminário Sant’Ana Mestra - diretores e seminaristas dos seminários da Província Eclesiástica. Janta

19:30 hs – Missa na Igreja Cristo Redentor – Jomafa.

Dia 22 de novembro

08 hs – Coletiva com a imprensa - Sala de Comunicação – Centro Paroquial Santana.

09 hs - Visita à Faculdade Católica e aos seminários das Dioceses: Feira de Santana, Barra, Irecê, Serrinha, Paulo Afonso, Juazeiro e Rui Barbosa. Visita às Irmãs Clarissas e ao mosteiro, em construção, o primeiro no Estado da Bahia.

10:30 hs - Encontro com bispos, padres, diáconos e seminaristas.

11:45 hs - Reunião com os bispos da Província Eclesiástica.

12:30 hs - Almoço no Seminário Sant’Ana Mestra com Bispos, Padres, Diáconos e Seminaristas.

16:00 hs - Missa de ação de graças pelos trinta anos de Episcopado de dom Itamar Vian e pelos dez anos da Faculdade Católica e Seminário Maior Santana Mestra, na igreja Santo Antônio – Capuchinhos.

19:00 hs - Jantar, no Colégio Padre Ovídio

Dia 23 de novembro

07:00 hs - Missa na Catedral Metropolitana Senhora Sant’Ana - Abertura do Ano dedicado à Vida Consagrada.

08:30 hs – Café - residência do Arcebispo dom Itamar Vian

09:30 hs – Palestra para casais e jovens no auditório do Colégio Padre Ovídio 11:30 hs – Almoço no Seminário Sant”Ana Mestra – Despedida


São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Foi preso na tarde desta quarta-feira (15/10), em frente à Igreja Matriz de São Gonçalo dos Campos, o taxista Raimundo Nonato de Queiroz, 49 anos, conhecido como "Vamp".

Segundo a delegada Cristiane Oliveira, titular da delegacia da cidade, Vamp está sendo acusado de participar, dando cobertura e fuga no crime que ocorreu na manhã do mesmo dia nas Casas Populares, onde resultou no assassinato de Gilmario Batista Bispo, o "Xixinha". Além do envolvimento no crime, Vamp também foi flagranteado por tráfico de drogas, pois no momento de sua prisão, o mesmo estava em posse de certa quantidade de “Crack”.

O acusado, apesar de ter negado as acusações, foi transferido para o conjunto penal de Feira de Santana. Ainda de acordo com a delegada, a polícia tem testemunhas que acusam a participação do taxista e mais três indivíduos no assassinato, que inclusive foi delatado pela própria vítima antes de sua morte. As fotos dos acusados ainda não foram disponibilizadas pela polícia.

As investigações continuam.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Informações André Silva

Postagens populares